A ponte do ombro: a ponte do ombro movimentos

A ponte do ombro A ponte do ombro é uma estrutura óssea que se estende desde a clavícula até...

Suplemento - 17 de Junho de 2022
A ponte do ombro: a ponte do ombro movimentos



A ponte do ombro

A ponte do ombro é uma estrutura óssea que se estende desde a clavícula até a escálda. Tem a forma de um “V” invertido e é composta por três ossos: escálda, úmero e clavícula. Sua principal função é estabilizar a articulação do ombro. A ponte do ombro é composta por três ossos: escálda, úmero e clavícula. A escálda é o maior dos ossos da ponte do ombro. Localiza-se na parte de trás do ombro e tem a forma de um trapézio invertido. Sua superfície posterior é lisa e está coberta por tecido muscular. A escálda se fixa na clavícula, no pescoço, e no úmero, no braço.

O úmero é o maior e o mais pesado dos ossos da ponte do ombro. Localiza-se na parte da frente do ombro e tem a forma de um cilindro. Sua porção superior é côncava e contém a cavidade articular do ombro. A porção inferior é convexa e se articula com a parte superior da tíbia, no joelho. A clavícula é o menor dos ossos da ponte do ombro. Localiza-se na parte de baixo do ombro e tem a forma de um V invertido. Sua porção superior se articula com a porção anterior da escálda e a porção inferior se articula com a porção superior da costela. A ponte do ombro é um exercício que fortalece os músculos do ombro e pescoço. Ele também ajuda a melhorar a força e a estabilidade da ponte.

A ponte do ombro é um exercício simples que pode ser facilmente incorporado em qualquer rotina de exercícios. Os benefícios do exercício incluem a melhoria da força e da estabilidade da ponte, assim como o fortalecimento dos músculos do ombro e pescoço. Para executar o exercício, basta se posicionar de bruços e apoiar as mãos no chão. Levante o corpo, mantendo o abdômen contraído, e aponte os dedos dos pés para o teto. Segure a posição por três segundos e volte à posição inicial. Repita o movimento dez vezes. O exercício pode ser feito em qualquer intensidade, mas é importante começar devagar e aumentar a intensidade aos poucos. Quem nunca fez exercícios físicos deve iniciar com cinco repetições por sessão e aumentar gradualmente. Pessoas que já fazem exercícios podem fazer dez repetições por sessão. É importante realizar o exercício de maneira correta para evitar lesões. Além de fortalecer os músculos do ombro e pescoço, a ponte do ombro ajuda a melhorar a força e a estabilidade da ponte.

A ponte do ombro:
Mostrando um nível técnico bem avançado, o mantém a estabilidade pélvica, já que, por tanto uma região do corpo permanece estável, a outra se mexe, o que gera instabilidade;
Objetivos: expandir o controle e promover a flexibilidade de quadril, trabalhar os estabilizadores de ombro e a região lombopélvica, ajuda os extensores de quadril e da coluna e também os flexores do joelho;
Finalização clássica: em decúbito dorsal e deixando unilateralmente o quadril e o joelho flexionados, com o pé em contato com o solo.

Gostou do conteúdo acima? Então deixe seu comentário, compartilhe com seus amigos, isso ajuda a mantermos o Blog no ar e trazer mais informações de valor para vocês leitores e apreciadores de conteúdos relevantes e enriquecedores.